fbpx
Linkedin Instagram Facebook
Voltar ao topo
  /  Consultoria   /  E-COMMERCE: Principais categorias de comércio Eletrônico
Trevl Tecnologia

E-COMMERCE: Principais categorias de comércio Eletrônico

E-commerce ou comércio eletrônico é uma modalidade de comércio que realiza transações financeiras por meio de plataformas eletrônicas ou dispositivos como smartphones, tablets e computadores.

Como exemplo prático podemos citar uma loja virtual onde o lojista vende seus produtos ou serviços através de uma catálogo virtual e a transação acontece por meio de um pagamento online.

Tipos de e-commerce

O propósito do e-commerce é realizar negócios entre organizações ou indivíduos, ainda que muitas pessoas não saibam que existem categorias específicas de e-commerce dependendo do dispositivo, do segmento e do público. Abaixo uma lista com as principais categorias ou tipos, são eles:

B2B – Business to Business

Pode ser categorizado como B2B negócios onde as transações de comércio ocorrem entre empresas.

Normalmente são transações entre fabricantes e lojistas. Como exemplo podemos citar o alibaba.com maior e-commerce B2B da atualidade.

B2C – Business to Consumer

É categorizado como B2C os e-commerces onde as transações ocorrem entre uma empresa e seu consumidor final, ou seja, de pessoa jurídica (CNPJ) para pessoa física (CPF).

Como exemplo podemos citar as lojas mais conhecidas do país como Americanas, Netshoes, Dafiti e inúmeras outras.

C2C – Consumer to Consumer

Pode ser categorizado como C2C o comércio entre os consumidores, assim C2C é geralmente a empresa intermedia a transações entre os clientes. Como exemplo podemos citar o Ebay, o Mercadolivre o portal OLX entre outros.

B2G – Business to Governement

O Business to Governement é a categoria de comércio eletrônico que tem como objetivo as relações comerciais da empresa com o governo.

Entretanto atualmente existem empresas que sua fonte de renda principal são as licitações, através de editais do governo, quando esta relação se estabelece com auxílio da internet chamamos de B2G.

Este é um modelo mais restrito e não é muito popular, mas com a evolução da tecnologia e da segurança a tendência é que cada vez mais o governo utilize este tipo de relação para melhorar a eficiência nas transações.

B2E – Business to Employee

O Business to employee é a categoria do e-commerce que visa as relações comerciais com funcionários e colaboradores da empresa, onde, geralmente utiliza de ferramentas como a intranet (internet local) para gerar pedidos para compras de materiais e suplementos.

M-commerce – Mobile E-Commerce

O M-commerce ou Mobile Commerce é caracterizado pela utilização de dispositivos móveis (smartphones ou tablets) nas transações via internet. Este modelo é extremamente poderoso devido sua onipresença.

O mobile commerce é um grande aliado no início do processo de compras, onde geralmente o cliente é impactado por algum anúncio publicitário ou algum conteúdo de sua rede de contatos nas redes sociais.

Ele utiliza do seu dispositivo móvel para pesquisar imediatamente sobre o assunto. As transações comerciais que acontecem através dos dispositivos móveis são consideradas mobile commerce.

S-commerce – Social E-Commerce

As redes sociais incorporadas ao e-commerce caracterizam o Social Commerce ou de maneira abreviada S-commerce.

Todavia, uma forte característica deste modelo é a possibilidade de interação com outros usuários e a visualização dos contatos, das interações sociais e das recomendações de produtos ou serviços por parte de outros usuários.

Desta forma geram uma alta credibilidade ao modelo, pois os clientes tendem a confiar em recomendações dos seus amigos da vida real mais do que comentários de usuários desconhecidos.

O modelo S-commerce é promissor e está em grande expansão.

T-commerce – Comércio Televisivo

O comércio televisivo, ou T-commerce, envolve o uso da televisão para a apresentação de anúncios publicitários aos telespectadores, contando com recursos modernos propiciados pela televisão digital.

Atualmente este modelo é limitado, devido aos provedores de TV por satélite ou cabo que configuraram suas redes de modo a permitir a utilização destes recursos de comércio.

Os tipos de e-commerce

Contudo, existem empresas que atuam em mais de um modelo simultaneamente. Para você empreendedor a diferença essencial se dará no planejamento, onde deverá identificar qual mercado você irá atuar.

Avaliar as restrições legais, seus processos internos e a usabilidade da sua loja virtual, adequando ao tipo de mercado que você irá atuar. Para mais informações sobre os tipos de e-commerce entre em contato.

Quer saber mais sobre e-commerce? Acesse os conteúdos abaixo:

Postar um Comentário

Converse no Whatsapp
Podemos te ajudar?